5-segredos-do-design-de-capas-de-livros.jpeg

5 segredos do design de capas de livros

Já dizia o velho ditado popular que não se deve julgar um livro pela capa. Essa frase pode ser aplicada em muitos momentos da vida, mas quem a inventou, com certeza não estava tentando vender suas obras. Afinal, o design de capas de livros importa, e muito, quando se trata de transformar seu hobby em um produto lucrativo.

É claro que um livro ruim não vira best seller só por ter uma capa bonita, entretanto, quando se está competindo pela atenção do leitor em uma prateleira cheia, uma aparência atrativa pode influenciar na decisão de compra.

Então, se você não estava dando tanta importância para o design da capa, repense seus conceitos com as nossas dicas, pois elas ajudarão a carreira de um escritor. Confira!

1. ​O processo de criação

O ideal é que o responsável pela criação da arte seja um profissional com experiência em design de capas de livros. Mas, antes de chegar ao trabalho prático, o processo envolve muita pesquisa e conversa para que todos os envolvidos estejam alinhados.

Uma boa forma de nivelar expectativas e definir um escopo para o projeto é fazendo um briefing com as informações do livro, do seu público-alvo e de como você imaginou, em um primeiro momento, essa capa. Porém, é importante dar liberdade ao profissional e não podar sua criatividade com exigências muito restritas.

2. Os elementos essenciais

Ser criativo é muito importante para ter uma boa capa, mas existem alguns elementos que não podem ser esquecidos de jeito nenhum. Caso contrário, por mais bonita que seja a arte, o leitor não encontrará as informações básicas que procura ao selecionar um livro na prateleira. Estamos falando do título da obra e do autor, que devem estar bem visíveis.

Além disso, a imagem utilizada deve ter boa resolução e acabamentos especiais, que podem dar um toque especial e fazer seu trabalho se destacar em meio a tantas opções.

3. O design alinhado ao conteúdo

Apesar de ficar do lado de fora, o design da capa deve ser condizente ao conteúdo, precisa dialogar com a história contada ao longo das páginas, como se fosse uma pista do que o leitor pode encontrar dentro do livro.

Por isso, o responsável pela criação precisa, antes de tudo, ler a obra e pesquisar muito sobre o seu contexto para conseguir propor elementos gráficos relacionados ao seu universo.

4. A escolha das cores

Se você nunca ouviu falar em psicologia das cores, está na hora de pesquisar! A grosso modo, essa teoria afirma que cada cor é capaz de transmitir sensações específicas — o que torna a escolha das cores da capa um fator de extrema importância.

Ao despertar sensações, estamos lidando com a emoção, o que nos leva ao próximo tópico.

5. O fator emocional

Além da escolha das cores, diversos outros fatores, como a imagem escolhida, por exemplo, são responsáveis por mexer com o emocional do leitor. Sendo assim, é fundamental saber qual sensação você quer despertar e usar todas as dicas que demos aqui pensando nisso.

Esse fator pode, inclusive, ajudá-lo a vender mais, uma vez que a maioria das compras é feita baseando-se no emocional.

Gostou do post? Agora que você conheceu os segredos do design de capas de livros, que tal assinar nossa newsletter e ficar ainda mais por dentro do universo literário?

2
Mockup-Horizontal (42)
Mockup Horizontal (51)
Postagens relacionadas
tire-5-principais-duvidas-sobre-o-copidesque.jpeg
Tire 5 principais dúvidas sobre o copidesque
estender-500-como-escolher-um-bom-titulo-para-o-seu-livro.jpeg
Como escolher um bom título para o seu livro
4-dicas-para-escrever-um-livro-de-fantasia-para-criancas.jpeg
4 dicas para escrever um livro de fantasia para crianças
saiba-agora-como-divulgar-um-livro-e-aumentar-as-vendas.jpeg
Saiba agora como divulgar um livro e aumentar as vendas
afinal-como-funciona-a-tiragem-de-livros-nos-explicamos.jpeg
Afinal, como funciona a tiragem de livros? Nós explicamos!