61736-conheca-o-estilo-de-literatura-barroca-e-seus-principais-autores

Conheça o estilo de literatura barroca e seus principais autores

Por volta de 1600, a cultura europeia gerou um novo estilo artístico, conhecido como barroco. A tradução literal do termo barroco significa “irregular”, que demonstra que o estilo era considerado indisciplinado para os padrões do século XVII.

Mais tarde, o barroco iria se tornar popular entre as cortes reais, simbolizando o poder emergente e grandioso dos novos monarcas. Esse estilo influenciou a pintura, a arquitetura e até a música da época.

Mas aqui nós vamos focar no maior interesse dos nossos leitores: a literatura barroca. Continue a leitura e saiba mais!

O contexto do início do século XVII

O cenário era de crise política, econômica, social e religiosa. Lutero sacudiu as bases da igreja católica na Alemanha, e Calvino fez o mesmo na França.

O Brasil, a princípio, não dava o lucro que Portugal esperava, e as grandes navegações começaram o seu declínio. Resumindo: os valores renascentistas ficaram em baixa, dando espaço para uma nova proposta.

O simbolismo

Diante da grande crise, o homem é obrigado a refletir. Com a reflexão, vem o conflito. O corpo e a alma, o homem e Deus, o antropocentrismo e o teocentrismo, o bem e o mal, o claro e o escuro, e mais uma série de dúvidas povoava a imaginação das pessoas.

Na dúvida, dois estilos

Podemos separar a literatura barroca em dois estilos:

  • Barroco Cultismo: uso da linguagem culta e muito ligado à forma. Tem como maior influenciador o poeta espanhol Luís de Gôngora;

  • Barroco Conceptismo: uso do raciocínio lógico e muito ligado ao conteúdo. Tem como maior influenciador o também poeta espanhol, Francisco Quevedo.

Características

As principais características da literatura barroca são: pessimismo (do pó veio, ao pó voltarás), religiosidade (o homem pecador em busca da salvação), particularismo (o que é nacional possui mais valor), feísmo (o horrível pode ser belo), entre outras.

Vale ressaltar que a literatura barroca usava e abusava de figuras de linguagem, metáforas, elipses, antíteses, paradoxos e hipérboles.

O Barroco no Brasil

Logo em 1601, o escritor Bento Teixeira publica a épica Prosopopeia.

  • Trecho de Prosopopeia:

A Lâmpada do Sol tinha encuberto,

Ao Mundo, sua luz serena e pura,

E a irmã dos três nomes descuberto

A sua tersa e circular figura.

Lá do portal de Dite, sempre aberto,

Tinha chegado, com a noite escura,

Morfeu, que com subtis e lentos passos

Atar vem dos mortais os membros lassos.

Outro autor que ficou marcado no barroco nacional foi Gregório de Matos, o famoso Boca do Inferno.

  • Trecho de Triste Bahia:

Triste Bahia!

Ó quão dessemelhante

Estás e estou do nosso antigo estado!

Pobre te vejo a ti, tu a mi abundante.

O advogado e poeta barroco Manuel Botelho de Oliveira foi o primeiro autor nascido em solo brasileiro a publicar um livro.

  • Trecho de A Vida Solitária:

Que doce vida, que gentil ventura,

Que bem suave, que descanso eterno,

Da paz armado, livre do governo,

Se logra alegre, firme se assegura!

Se você gostou da nossa pitada de literatura barroca, aproveite para ler mais e se aprofundar nesse estilo tão rico. Mas antes, siga-nos nas redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter)!

Postagens relacionadas
Depositphotos_24556811_m-2015.jpg.jpeg
5 formas de começar a escrever um livro
5-dicas-para-escrever-um-livro-infantil24779
5 dicas para escrever um livro infantil
Depositphotos_101838372_m-2015.jpg.jpeg
7 comunidades de escritores que você não pode ficar de fora
entenda-a-importancia-da-figura-do-heroi-para-historias-de-sucesso.jpeg
Entenda a importância da figura do herói para histórias de sucesso
Saiba_como_e_por_que_começar_a_escrever_um_livro.jpg.jpeg
Saiba como e por que começar a escrever um livro