39096-passo-a-passo-como-escrever-um-livro-do-zero

Passo a passo: como escrever um livro do zero?

Escrever um livro não é uma tarefa fácil. É preciso determinação para dar início, continuidade e finalização a uma obra literária e, embora haja algumas orientações que você pode seguir para nortear o seu trabalho, não há uma fórmula infalível para escrever um texto de sucesso. Mas isso não quer dizer que não você não possa tentar!

Para ajudá-lo a tirar as ideias da cabeça e conseguir transcrevê-las no papel, reunimos algumas dicas sobre como organizar essa empreitada tão maravilhosa — porém, árdua — de escrever um livro.

1. Trabalhe com sua inspiração (mas nem tanto)

A inspiração é algo muito importante para qualquer artista, inclusive escritores. Há muitas definições de inspiração na literatura e na filosofia, mas podemos dizer que é uma fagulha de genialidade e a força motriz da criação artística, o momento sublime em que a ideia e o trabalho se encaixam perfeitamente.

Só que a inspiração é rara. A maior parte do trabalho de escrever um livro é na transpiração, ou seja, no esforço constante de escrita. É ótimo trabalhar com sua inspiração, mas, para escrever um livro, é importante entender que também é preciso trabalhar sem ela. Aliás, na maior parte do tempo, um escritor trabalhará sem ela. Portanto, não espere a inspiração aparecer. Apenas sente na frente do computador, ou com seu caderno e caneta à mão, e escreva. E não se preocupe em produzir um texto perfeito de primeira, pois isso nunca é possível. Abuse dos rascunhos e vá lapidando até quando achar necessário.

2. Crie um conceito (mas seja flexível)

Toda história possui um conceito, uma premissa sobre a qual é construída. Harry Potter, de J.K. Rowling, trata de um mundo mágico de bruxos escondido do mundo trouxa, com uma criança predestinada. Cem anos de Solidão de Gabriel García Márquez conta a história de cem anos da família Buendía em Macondo. Um conceito é a pedra fundamental da história que irá guiar decisões durante a escrita.

No entanto, é importante também saber que, ao longo do processo de escrever um livro, esse conceito pode sofrer algumas alterações. Ser flexível é igualmente importante.

3. Monte um planejamento (mas mude-o)

Montar um planejamento da história é um passo muito importante. Esse é o esqueleto e a base fundamental da trama do livro com os principais eventos e as guinadas na história. É a forma de ver o todo do livro, com seu começo, meio e fim, os arcos de evolução das personagens e as surpresas reservadas ao leitor. Planejar seu livro dá mais segurança na hora de escrever.

Mas se a inspiração acontecer e algo tiver que ser mudado, acrescentado ou retirado, esteja disposto a refazer todo seu trabalho de planejamento. Faça isso de maneira consciente e pondere antes, mas tenha abertura para isso.

4. Tenha uma rotina (mas seja espontâneo)

Ter uma rotina de escrita é essencial para escrever um livro e, ao organizar a sua, tenha certeza de que é uma rotina possível. A menos que você seja escritor profissional, é pouco provável que vá escrever trinta páginas por dia. Afinal, até Stephen King, mestre da literatura de horror, escreve duas mil palavras por dia, o equivalente a três páginas. Estabeleça uma meta de escrita — seja em tempo, páginas ou palavras —, podendo ser diária, semanal ou mensal, e faça o possível para segui-la. 

Mas, quando tiver vontade de escrever, escreva. E saiba que imprevistos acontecem, portanto, não acumule metas para os próximos dias.

5. Faça a revisão (sem mas, revise!)

O maior problema dos escritores de primeira viagem é não entender a importância da revisão. Ernest Hemingway dizia que todo primeiro rascunho é ruim. Revisar é saber melhorar mais e mais o trabalho, construir sentenças melhores, tornar o texto mais limpo, adequá-lo ao seu estilo e, claro, consertar erros. A revisão é uma das partes mais importantes do trabalho de escritor, portanto considere contratar um profissional especializado.  

Com certeza há muitos outros passos que você precisa seguir no árduo caminho para produzir uma obra literária, mas, com essas 5 dicas básicas sobre como escrever um livro, você já poderá iniciar o trabalho. Alguma dúvida ou algo a acrescentar? Deixe seu comentário abaixo!

Postagens relacionadas
entenda-a-importancia-da-figura-do-heroi-para-historias-de-sucesso.jpeg
Entenda a importância da figura do herói para histórias de sucesso
conheca-as-teses-do-conto-de-ricardo-piglia.jpeg
Conheça as teses do conto de Ricardo Piglia
4-dicas-de-redacao-para-escrever-um-livro.jpeg
4 dicas de redação para escrever um livro
5-dicas-essenciais-para-escrever-um-livro-infantil.jpeg
5 dicas essenciais para escrever um livro infantil
x_dicas_de_aplicativos_incriveis_para_escritores.jpg.jpeg
5 dicas de aplicativos incríveis para escritores