Série de assassinatos misteriosos em pacata cidade é tema de livro de suspense

O autor Daniel Schaefer, estudante de licenciatura em Português, Inglês e Literatura, lança “Assassino de Atalantha”, livro de suspense sobre uma, até então, pacata cidade. Cenário de uma lenda antiga, Atalantha era um local de paz, até que uma série de assassinatos se inicia, cometidos por uma misteriosa pessoa mascarada, trazendo à tona a possibilidade de o rumor antigo ser, na verdade, uma história verdadeira.

Em entrevista ao Blog Autografia, Daniel conta mais sobre sua vida profissional e pessoal, e sobre o tema da obra: “Não tive uma infância e adolescência tranquila, junto de outros jovens da minha idade, não tinha afinidade com outros adolescentes. Busquei na literatura, no cinema, nos videogames, o meu amor maior. Cursei Letras com o intuito de aprimorar minhas habilidades de escrita. Hoje, busco trabalhar como escritor e, também, com algo relacionado à escrita, seja revisando outros livros, os traduzindo ou construindo críticas literárias. Minhas trajetórias pessoal e profissional se misturam como um experimento químico, e essa deve ser a dopamina e a oxitocina, as químicas da felicidade e do amor”.

“O leitor pode ser quem ele quiser durante a leitura de ‘Assassino de Atalantha’. Pode ler por puro passatempo, como um hobby; pelo apreço; e, inclusive, para se distrair de um dia ruim. Ou o leitor pode usá-lo como forma de reflexão, há muitas realidades inseridas na obra. Cada personagem representa um pedaço dessa sociedade enorme em que vivemos hoje em dia, cada qual com seus problemas e opiniões pessoais. A história possui muitos mistérios, esse é o gênero que predomina em todas as páginas”, conta o autor.

Daniel explica que o objetivo principal do livro é oferecer acessibilidade à leitura para qualquer tipo de público, e compartilha sobre o processo de produção da obra: “O meu livro pode servir para um leitor que já leu mil livros ou recém-começou a se aventurar na literatura. Usei das tantas histórias, das tantas batalhas e tantas injustiças que enxerguei com meus próprios olhos”. O livro teve seu processo de criação durante a minha adolescência, eu basicamente passei dez anos criando o enredo, que não se resume somente ao primeiro volume. Enquanto eu escrevia, nunca tinha me sentido tão feliz. Foi um processo cansativo, por desgaste emocional com a faculdade e algumas coisas que eu estava enfrentando em relação ao meu passado. No passar dos capítulos, praticamente respirava os meus personagens, eles habitavam os meus sonhos. A ansiedade me dominou um tanto, mas o outro sentimento era gigantesco, de um prazer que nunca havia sentido antes”.

Para o autor, a expectativa principal com o livro é alcançar o maior número de pessoas: “E espero, de coração, que ninguém tenha preconceito com qualquer gênero, seja de seu agrado ou não. Espero construir uma grande carreira com este e os próximos livros que pretendo lançar. A minha história está apenas começando. Cresci com pessoas dizendo que literatura é besteira ou ouvindo coisas estúpidas a respeito dos livros. Valorizem a literatura brasileira que está chegando. Aventurem-se com tudo o que vocês encontrarem, essa vida é somente umazinha”, finaliza. “Assassino de Atalantha” está à venda em nossa loja online, adquira o seu exemplar clicando aqui

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
Postagens relacionadas
Lançamentos da Semana
Autor lança coletânea de poesias inspiradas no amor e na fé
Autografia tem novo endereço no Rio de Janeiro
Lançamentos da Semana
Pedagogia Quântica ganha metodologia efetiva em novo livro