ankara escort çankaya escort

Baseada em sua experiência, autora lança obra sobre a conexão entre mãe e filho

A autora Marina Miranda, lança a obra “Os 3 mundos de Laura”. Formada em direito e artes cênicas, desde 2011 Marina vive dividida entre dois mundos, nascida no Rio, mora nos EUA, mas sua paixão pela escrita falou mais alto: “Hoje percebo que ao longo dos anos, apesar de muitas vezes estar dividida entre dois países ou duas carreiras, a paixão pela escrita sempre fez parte da minha vida. Guardo até hoje anotações, peças, filmes e livros que escrevi e nunca publiquei. Fico feliz que o primeiro a ser publicado seja o mais importante para um momento tão difícil e ao mesmo tempo tão mágico em nossas vidas.”

Em entrevista ao Blog Autografia, Marina conta mais sobre sua trajetória e sobre o tema do livro: “A obra faz uma analogia dos inúmeros obstáculos que todos nós superamos antes mesmo de nascermos. A primeira parte do livro aborda o questionamento sobre a existência de um outro mundo. Na segunda parte, o diálogo entre o feto e a mãe nos mostra como essa conexão é poderosa desde o momento em que o bebê está no ventre. No final acontece o nascimento do bebê, sendo este, o momento mais mágico, dando início ao milagre da vida.”

A inspiração para Marina escrever o livro veio de sua própria história: “Tive uma gravidez complicada.  Os médicos nos informaram que havia a possibilidade da nossa filha não sobreviver dentro do meu ventre. Durante várias visitas de emergência ao hospital e a crescente possibilidade da minha filha não resistir, eu nunca perdi a fé de que ela nasceria bem e saudável. Todos os dias eu conversava com ela e dizia que em breve nos conheceríamos e que tudo ficaria bem. Eu cantava músicas para ela, e tentava acalmá-la contando a história dos 3 mundos de Laura e foi daí que surgiu a inspiração para a obra. De tanto contar esta história para minha filha durante a gravidez, resolvi colocá-la no papel. Escrevi o livro sozinha, ou melhor, Laura me ajudou a contar esta história.”

Para Marina, publicar o livro traz imensa alegria: “Estou muito feliz de estar publicando esta obra. Hoje Laura tem 5 anos. Tivemos nosso segundo filho, Theo, que hoje tem 2 anos e a história deste livro é a história de todos nós que vencemos um turbilhão de obstáculos para chegarmos até aqui. Espero que este livro possa acalentar os corações de muitos papais, mamães, avós, crianças e todos aqueles que buscam uma história que de alguma forma retrata esse iniciozinho de nossas vidas.”

O livro “Os 3 mundos de Laura” está à venda em nossa loja online, fique de olho em nossas redes sociais e adquira o seu exemplar clicando aqui!

Professor lança obra onde critica a sociedade atual

O autor Gonzalo Bolliger, professor, lança a obra “Um Gato no País dos Evangélicos”. No livro, Gonzalo, faz uma crítica brutal à sociedade atual com deboche e exagero, muitas vezes de forma proposital, onde critica a aborda a hipocrisia, a ganância, o preconceito e a burrice de muitas parcelas conservadoras da nossa sociedade.

Em entrevista ao Blog Autografia, Gonzalo conta mais sobre sua trajetória e sobre o tema do livro: “ Nasci no Peru mas moro desde os 4 anos no Brasil; passei a maior parte em Campinas, mas nos meus 20 morei muitos anos em São Paulo; estudei Letras na USP, onde por inércia demorei vários anos para me formar e esse, para bem e para mal, foi o tempo em que vivi mais intensamente; além de escritor, trabalho como professor de espanhol e com traduções; ao contrário de muitos artistas contemporâneos, não tenho interesse por seguir carreira acadêmica; quase nunca participo de concursos literários; sou apaixonado por literatura e música,  principalmente rock; gosto de saber sobre diversos assuntos como psicologia, biologia, história,  antropologia etc; não sigo em meus escritos o politicamente correto.”

“Imagino que seja um livro forte para muitos leitores. E imagino que muitas pessoas evangélicas ou com familiares ou amigos evangélicos possam se sentir ofendidos. Não sou chegado a histórias de superação ou a personagens muito bonzinhos; então isso imagino que choque um pouco também; principalmente porque muitos autores hoje em dia veem a arte com certa função educativa e os personagens como modelos a serem seguidos. E aqui foi tudo o contrário. A intenção foi ser uma crítica brutal à sociedade atual.”

A inspiração para Gonzalo escrever o livro veio de uma história que escutou: “A ideia do livro surgiu quando um amigo escritor falou de uma história que tinha pensado sobre um gato que vive numa mansão de um pastor evangélico e vê como a mulher deste vai se sentindo abandonada pelo marido e se apaixonando por uma estátua da casa. Perguntei: pode plagiar? E ele falou não. Então peguei a ideia base e fiz uma história bem diferente. Essa história, por sua vez, surgiu quando escrevi a primeira página em um processo quase de associação livre e coloquei a imagem das múmias. E aí veio a questão: como conectar tudo? E daí foi surgindo toda a narrativa.”

Gonzalo relata ainda como foi seu processo de escrita: “Foi árduo no começo, porque eu tinha o ambiente da história (a mansão do pastor), os personagens, a crítica social, os acontecimentos principais que marcavam a história. Mas eu tinha um elemento estranho (as múmias) que eu tinha colocado por inspiração e que eu tinha que relacionar com o resto da história. E, por outro lado, eu tinha que dar uma causa plausível aos acontecimentos. Esses dois fatores fizeram que eu gastasse um bom tempo para conseguir formar um todo. Tive que fazer várias manobras narrativas para deixar a história coesa.”

Para Gonzalo, publicar o livro traz um misto de ansiedade e esperança:” Escrevo desde muito cedo, tenho obras terminadas faz tempo, inclusive esta (que comecei em 2015 e terminei em 2018), e por isso é uma inquietude acumulada por anos. Desejo que o livro tenha uma recepção ampla e imediata, porque trata de assuntos pertinentes ao tempo que vivemos. Então seria mais interessante que fosse lida agora. Porém sei que essa possibilidade é remota. É um livro cruel, cínico e que destoa da maioria dos tipos de livros mais lidos nos últimos anos.”

O livro “Um gato no país dos evangélicos” está à venda em nossa loja online, fique de olho em nossas redes sociais e adquira o seu exemplar clicando aqui

Administrador lança obra onde reflete sobre o consumo descontrolado

O autor Octávio Pires, administrador no agronegócio, especialista em café, lança a obra “A Teoria do Alívio”. No livro, Octávio reflete sobre o que estamos fazendo com o tempo que nos é dado. Na obra, o autor traz uma ficção que trabalha com a mais dura realidade.

Em entrevista ao Blog Autografia, Octávio conta mais sobre sua trajetória e sobre o tema do livro: “Me tornei administrador de empresas no Agronegócio, tendo trabalhado principalmente com café entre outros produtos.”

“Como quase tudo que escrevo, ao longo da estória aparecem diversas oportunidades para reflexão. É um romance que explora algumas fraquezas humanas e a trama se desenvolve em torno de um personagem que quer melhorar o mundo criando consciência sobre o consumo desenfreado.”

A inspiração para Octávio escrever o livro veio de suas observações da vida: “Penso que toda obra é produto do inconsciente coletivo filtrado e exposto pelo autor. São pequenas histórias, observações, enfim retratos da vida. O autor é o fotógrafo e a literatura é o retoque. Tenho muito pouco tempo livre então escrever é para mim um ato que sofre muitas interrupções. Mas é um ato solitário. Escrevi o livro e ninguém o leu antes de chegar ao fim. Nem mesmo eu havia lido.”

Para Octávio, publicar o livro de realização e dever cumprido: “A sensação é muito boa. De realização. Minhas expectativas são de um novato. Cheio de sonhos, escrever mais títulos, escrever uma continuação, escrever uma obra sobre café, enfim, escrever.”

Octávio ainda deixa um recado para os leitores: “Minha mãe me dizia quando criança que não precisamos experimentar todas as sensações do mundo em nossas próprias vidas. Algumas são nocivas. Então use o espelho, a imagem invertida. INVERTA o que você vê na vida de quem está experimentando algo que você achar nocivo: Leiam muito! É a melhor e mais segura forma de observar e vivenciar o bem e o mau. Use o seu espelho sempre que achar apropriado.”

O livro “A Teoria do Alívio” está à venda em nossa loja online, fique de olho em nossas redes sociais e adquira o seu exemplar clicando aqui!

Jornalista lança obra que estimula diálogo entre adultos e crianças

A autora Gabriela Nasser, jornalista, com experiência em assessoria, lança a obra “Pompa e as circunstâncias”. No livro, Gabriela aborda questões importantes como prevenção do uso de drogas e a violência na infância e juventude, além da diversidade de religiões, o respeito às autoridades do Brasil com uma linguagem voltada para crianças de 8 a 12 anos.

Em entrevista ao Blog Autografia, Gabriela conta mais sobre sua trajetória e sobre o tema do livro: “Trabalhei em assessorias de imprensa governamentais e fui colunista social do Jornal O Fluminense. Atualmente tenho o site Gabriela Nasser Comunica, voltado para a sociedade do leste fluminense e Rio.”

“O livro é um paradidático, com discurso muitas vezes versado em rimas, é divido em 10 capítulos com assuntos variados, como prevenção ao uso de drogas, violência, cuidado com o meio ambiente, respeito a todas as religiões, etc.”

A inspiração para Gabriela foi ensinar o essencial para que as crianças cresçam sadias e saudáveis. A obra incentiva diálogos preventivos contra as drogas e a violência, com linguagem divertida, versada em rimas, para crianças, adolescentes, pais e professores.

Gabriela também falou sobre a produção da obra: “Escrevi sozinha, com cuidado de passar o melhor para que haja um diálogo entre pais, professores, crianças e adolescentes. “

Para Gabriela, publicar o livro traz imensa alegria e a satisfação: “A sensação é maravilhosa, no melhor sentido da vida em seu infinito fluxo positivo. Quanto às expectativas, estas giram em torno da adoção deste livro nos colégios.”

Gabriela ainda deixa um recado para os seus leitores: “As crianças merecem ser ouvidas, compreendidas, respeitadas e protegidas no melhor sentido da palavra. Merecem uma infância e adolescência feliz.”

O livro “Pompa e as circunstâncias” está à venda em nossa loja online, fique de olho em nossas redes sociais e adquira o seu exemplar clicando aqui!

 

Confira o novo programa da Rádio Autografia sobre o livro “Os Nobre Missionários”

O autor Luiz Augusto “Lapis” usa toda a sua experiência e conhecimento em jogos de RPG na obra “Os Nobre Missionários” onde mistura fantasia medieval e ficção científica.

Saiba mais sobre a obra e sobre o autor na entrevista de hoje:

Na obra, Luiz busca tirar o estigma de herói de seus personagens. Eles frequentemente erram, são enganados, prejudicam outros, tentam acertar e discordam entre si, enquanto tentam cumprir sua missão assim como é na vida, com todas as pessoas.

O livro “Os Nobre Missionários” está à venda em nossa loja online, adquira o seu exemplar clicando aqui. Siga nossas redes sociais e fique por dentro da programação!

Médico retrata a humanização da medicina ao contar histórias de pessoas transformadas pelo câncer

Com prefácio de Augusto Cury, radioterapeuta ingressa no mundo literário com obra que mostra os sentimentos de pessoas que lutam contra a doença. O câncer transforma as pessoas. Ele provoca sorrisos e lágrimas que muitas vezes (e pouca gente sabe disso) não estão relacionados com a morte ou o prolongamento da doença.

Inspirado pelos clássicos da literatura e nas paisagens naturais das Minas Gerais, o radioncologista Felipe Teles encontrou uma forma de descrever a transformação humana relacionada ao tumor: contar histórias de pessoas, imortalizar seus sentimentos e retratar como a humanização da medicina pode colaborar para o tratamento. Esse é o propósito de “Além da Bolinha –
histórias de pacientes que tiveram a vida transformada pelo câncer”, que teve seu lançamento no dia 30 de outubro.

“Felipe Teles, ao contar histórias transformadas pelo câncer, nos faz um alerta sobre a brevidade e a fragilidade da vida! Parabéns por sua obra socioemocional!”, descreve o psiquiatra e escritor Augusto Cury, que assina o prefácio da obra de entrada do médico Felipe Teles no mundo literário.
Longe de ser um tratado oncológico, o livro desperta os sentimentos mais íntimos do ser humano ao contar as histórias que vão muito além do consultório.

Em “Além da Bolinha” o leitor não encontra termos técnicos, descrição de diagnósticos ou o tipo de tumor que cada paciente vivenciou. Da Espanha aos campos mineiros de mata seca, o radioncologista se despe dos trajes médicos e das alas hospitalares para assumir o papel de contador de histórias e apresentar um novo olhar sobre a forma como as pessoas lidam com o câncer.

O câncer transforma não apenas pacientes e familiares. O autor relata a própria transformação em passagens autobiográficas e caracterizadas por curiosidades e revelações. É um convite para conhecer personagens da vida real e, inclusive, o despertar de um médico para o mundo da contação de histórias.

Sobre o autor Felipe Teles de Arruda é um apaixonado pela música, natureza e pelas coisas simples da vida, como pedalar pelas estradas de terra em meio a cachoeiras, cercas e árvores. É, também, médico radio-oncologista, membro titular da Sociedade Brasileira de Radioterapia, além de possuir MBA em gestão hospitalar e auditoria, com experiência em hospitais da Espanha e do Brasil.

O livro “Além da bolinha” está à venda em nossa loja online, fique de olho em nossas redes sociais e adquira o seu exemplar clicando aqui!

Veterinário lança obra sobre o valor da amizade com temática medieval

O autor Rafael Kerr, Clínico  geral, Cardiologista e Anestesista veterinário, lança a obra “A Lenda de Sáuria”. No livro, Rafael tem por objetivo trazer o valor da amizade verdadeira e a clássica luta do bem contra o mal, tudo com uma leitura agradável, não cansativa.

Em entrevista ao Blog Autografia, Rafael conta mais sobre sua trajetória e sobre o tema do livro: “Conclui o ensino médio no colégio Araruama, na cidade de Araruama região dos lagos do estado do Rio de Janeiro. No ano seguinte ingressei na faculdade de Medicina Veterinária na capital do estado,  onde me formei durante o período do curso de 5 anos, no ano de 2006.”

“O livro “A Lenda de Sáuria”, o oráculo pode ser divido em três partes. No primeiro momento ocorrem algumas descobertas do passado, seguindo para um segundo momento onde os personagens de forma muito rápida precisam se adaptar a suas novas condições e finalizando com a busca de uma maneira para solucionar o problema que estão enfrentando. Por se tratar de uma trilogia, muitos fatos ainda ficaram em aberto e serão esclarecidos nos próximos livros.”

“Assim que me formei em 2006, voltei para cidade onde morei toda minha vida antes do curso superior e no ano seguinte comecei a trabalhar já dentro da área de medicina veterinária, nessa época tinha mais tempo livre e podia me dedicar com maior afinco ao livro, em 2008 comecei a escrever o livro e as ideias não paravam de brotar e com isso um mundo foi tomando forma. Toda a escrita foi feita por mim, tive ajuda de uma tia de minha mãe professora, Tia Rita. Ela fez a primeira correção de forma manual. Ainda guardo essa impressão com suas correções. Esse ano claro tudo foi revisado e diagramado pela editora Autografia que se tornou minha grande parceira na realização desse sonho. Tenho inclusive guardado um exemplar do livro dois da trilogia em que eu imprimi  todas as folhas e fiz um livro físico artesanal.”

A inspiração para Rafael escrever o livro veio do mundo medieval, que acompanha desde criança:” Os heróis sempre me fascinaram, e gosto até hoje. Sou geek. Mas a inspiração maior veio do RPG , jogo baseado em narrativas, interpretação de personagens. Em especial um jogo, que na época um grande amigo estava criando. Até hoje cobro ele que esse projeto tem que ser terminado.”

Para Rafael, publicar o livro traz a sensação de sonho realizado: ”Gostaria de ter publicado no ano que escrevi, mas não haviam condições financeiras, porém nunca desisti, perseverei e hoje mais de dez anos depois pude concluir esse sonho. Bom daqui pra frente vai depender muito da aceitação dos leitores. Meu objetivo é lançar os demais livros e contar mais sobre o mudo de fantasia que imaginei. Não sei se minha escrita é boa, se o conteúdo é bom para os outros, espero que agrade, mas já estou feliz só por conseguir publicar, pois foi muito difícil chegar até aqui.”

Rafael deixa um recado para os leitores: “Bom são algumas máximas que são verdadeiras. Acredite e lute pelos seus sonhos, persevere, não de ouvidos aqueles que tentam desestimular. Não se deixe definir pelo que os outros pensam de você. Preserve os verdadeiros amigos e deixe lado aqueles que te fazem mal.”

O livro “A Lenda de Sáuria”” está à venda em nossa loja online, fique de olho em nossas redes sociais e adquira o seu exemplar clicando aqui!

 

Profissional da área financeira, autor lança obra de poesias sobre superação

 

O autor Jarbas Oliveira, trabalha com números, mas pode dizer que se encontra nas palavras e lança a obra “É sobre você”. No livro, Jarbas traz sentimentos inerentes a todo ser humano e fala sobre coração partido, superação. Não há quem não tenha passado ou ainda vá passar por esse momento na vida.

Em entrevista ao Blog Autografia, Jarbas conta mais sobre sua trajetória e sobre o tema do livro: “Casei cedo aos 21 anos e tive o privilégio de ser pai logo em seguida, dois anos depois tive coragem e honestidade comigo mesmo e fui viver a minha vida como realmente sou, um homem gay. Separei da mãe do meu filho da melhor forma que poderia ter acontecido, com respeito e consideração. Depois da separação e junto com o processo de se aceitar e se assumir, me apeguei a leitura, coisa que nunca tinha feito antes, desde então nunca mais parei de ler. Escrever era algo fora do meu alcance, algo quase intangível. Trabalhar a quase 10 anos em algo que é totalmente diferente parece tornar o sonho um pouco mais distante. Trabalho com a parte financeira e fiscal, algo que também amo fazer, porém tenho cada vez mais me encontrado em outros lugares e profissões.”

“Escrevi tudo só, com um amigo ou outro lendo, mas não como um livro, como um desabafo. No início eram apenas texto escritos em um bloco de nota, mas com o rompimento de um relacionamento recente e de curto prazo, houve um rompimento de sentimentos e lembranças esquecidas. Tudo veio à tona, sentimentos de anos atrás voltaram como um conta a ser paga, cobrada pela vida. Então usei todos esses sentimentos, tristeza, raiva, saudade e solidão para escrever, torná-los vivos e assim os deixá-los ir.”

“Minha obra é algo muito pessoal e ao mesmo tempo algo tão de todos. Trago de maneira informal e mais direta possível o que é ter e viver com um coração partido. O livro não tem divisão, do começo ao fim falo sobre a gangorra da superação, em alguns momentos estamos bem e no outro parece que não vamos superar aquela situação. A visão que quero passar, a forma que quero tocar quem ler meu livro é essa, não tem receita secreta, nem atalho para curar o coração. Que está tudo bem em sofre, se sentir quebrado. Precisamos aceitar e entender que são nossas escolhas que nos moldam e os tombos são nosso alicerce.”

A inspiração para Jarbas escrever o livro veio do seu cotidiano “Minhas experiências nesses últimos 7 anos. As pessoas que passaram por mim e quem eu fui.”

Para Jarbas, publicar o livro traz uma sensação indescritível “Uma sensação única, desejo que todas as pessoas pelo menos uma vez na vida sintam o que estou sentindo. Não é sobre só escrever um livro, é tornar palpável toda minha força de vontade é tornar vivo um sonho e não ter ele só pra mim. É compartilhar com o mundo. E daqui pra frente, quero sim, colocar muitos outros sonhos nas prateleiras, estantes, mesas de cabeceira. Quero meus sonhos tocando pessoas.”

“Desejo para os leitores, os leitores amigos, leitores família, para os leitores que ainda não me conhecem, desejo que o É sobre você seja um toque leve e carinhoso ali, onde dói e você não conta pra ninguém, que seja luz naquele túnel que parece ser infinito, que seja um abraço meu, porque eu te entendo. Por que antes de ser sobre você, é sobre mim.”

O livro “É sobre você” está à venda em nossa loja online, fique de olho em nossas redes sociais e adquira o seu exemplar clicando aqui!

Promotor de justiça lança obra onde mistura literatura e música

 

 

O autor Cláudio Sérgio Alves sempre teve a vida de certa forma ligada às letras, foi professor de escolas públicas, atualmente é promotor de justiça e resolveu unir duas de suas grandes paixões, a literatura e a música na obra “Miragem”. No livro, Cláudio traz um romance repleto de mistério e leva o leitor a refletir sobre temas como a busca incessante pela beleza e ética

Em entrevista ao Blog Autografia, Cláudio conta mais sobre sua trajetória e sobre o tema do livro: “Nasci em 1974. De lá para cá, fiz muita coisa, então vou resumir ao máximo. Sou graduado em Letras e exerci o magistério entre os anos de 1997 e 2015, sempre em escolas públicas na periferia de Guarulhos, onde cresci e estudei. Durante meus anos em sala de aula, cursei Direito e, em 2015, fui aprovado em concurso público para o cargo de Promotor de Justiça, o qual exerço atualmente. Minha vida, de certa forma, sempre esteve ligada às letras. Além disto, sou casado com uma linda advogada chamada Bruna, a qual conheci ainda nos bancos da faculdade. Com ela tenho 3 (três) filhos, a alegria da minha vida”

“O livro une duas paixões minhas, a literatura e a música. Acho que é o um dos primeiros livros com trilha sonora de que se tem notícia. O romance tem 12 capítulos, sendo que cada um deles revela fatos novos sobre a vida das personagens, compondo um mosaico bastante fragmentado, mas que se somam para formar um todo coeso.”

“Numa noite de insônia, tive a ideia de um conto, o qual escrevi na manhã seguinte. Depois, percebi que precisava escrever os fatos anteriores ao do conto, daí surgiu o romance. Eu o escrevi por inteiro. Depois, reescrevi também por inteiro. Imprimi e dei para minha esposa ler, assim como eu mesmo fui ler. Então, reescrevi mais uma vez, considerando meus apontamentos e os dela. Posteriormente, revi muita coisa, mas a essência permaneceu a do conto original.”

A inspiração para Cláudio escrever o livro veio de uma intuição espiritual, muito pautada: “Ao longo da minha vida profissional, sempre me chamou a atenção a dificuldade de se reproduzir a realidade anterior ao cometimento de um crime. Sabe-se o fato, porém é muito difícil apurar tudo que ocorreu antes de sua consumação. Igualmente difícil é compreender as profundas motivações das pessoas. Cada uma das partes envolvidas, quando ouvidas, narra os fatos sob seu ponto de vista, sendo as versões muitas vezes excludentes, embora não se possa falar que sejam mentirosas. São antes perspectivas pessoais. Quis escrever um livro desta forma, em que o leitor vai aos poucos se inteirando da vida e dos fatos das personagens. Porém, não basta uma posição passiva, é necessário compor o sentido completo do caso ao longo da leitura.”

Para Cláudio, publicar o livro traz a sensação de plenitude:”É uma boa palavra para definir. Sou pai de 3 (três) filhos maravilhosos, Luiz Gabriel, João Rafael e Heitor Manuel, cujos nascimentos foram marcos na minha vida. Não quero comparar, mas me atrevo a dizer que ter o livro físico nas mãos se aproxima da sensação de ver o filho pela primeira vez. Minha expectativa para o livro é apenas uma, espero que ele seja lido pelo maior número possível de pessoas. Se vão gostar ou odiar, não me importa tanto. Só sei viver num mundo de leitores e leitoras, com gostos pessoais bem definidos e posições firmes sobre os livros lidos, todas legítimas em sua individualidade. Se o meu modesto romance figurar entre as leituras das pessoas, estarei realizado.

Cláudio deixa uma mensagem aos leitores: “Todo leitor tem, dentro de si, um escritor, mais ou menos adormecido. As histórias lidas durante anos fervilham no interior de cada pessoa, sendo que algumas conseguem lidar bem com esta efervescência interna, mantendo-a sobre controle. Outros, porém, precisam dar vazão às narrativas nascidas a partir da relação entre tudo que foi lido e o que foi vivido. Se o amigo leitor e a amiga leitora sentir necessidade de publicar algo, não hesite! A sensação de realização compensa todo o trabalho e gasto necessários para se ter um livro publicado.”

O livro “Miragem” está à venda em nossa loja online, fique de olho em nossas redes sociais e adquira o seu exemplar clicando aqui!

 

Professora lança obra onde aborda valores infantis com a ajuda de lápis de cor

 

A autora Mariana Daibert, professora, com experiência em vários segmentos dentro da educação, lança a obra “De todas as Cores e Valores”. No livro, Mariana traz um pouco do que já viveu trabalhando desde a educação infantil até os mais velhos, mas tendo as crianças como sua paixão.

Em entrevista ao Blog Autografia, Mariana conta mais sobre sua trajetória e sobre o tema do livro: “Desde pequena minha mãe contava histórias todos os dias antes de eu dormir, sempre gostei de histórias e de escrever. Atuo na área da Educação há 16 anos, atualmente como professora da Educação Infantil.  Já fui tutora do curso Normal Superior, já dei aulas para vários segmentos dentro da educação, desde a educação infantil até o quinto ano, mas a minha inclinação vai para as crianças, que sou apaixonada!”

“Essa história nos permite trabalhar vários conteúdos com as crianças como a função do lápis de escrever, as cores, a leitura, valores, virtudes, dentre outras habilidades A ideia da história foi minha, mas contei com dicas valiosas de pessoas experientes como minha diretora Daniela Zanini, que é escritora e profissional exemplar e minha tia Jane, que tem uma ampla experiência na área da educação, também com alfabetização e histórias. Minha tia sempre me incentivou a buscar conhecimento e me aperfeiçoar sempre.”

A inspiração para Mariana escrever o livro veio de uma tarefa cotidiana na vida da autora: “A ideia dessa história surgiu no ano de 2020, antes da Pandemia, durante a rodinha com as crianças em sala de aula. Tinha que apresentar para a turma a função do lápis de escrever, para que servia, como usar, então peguei uma latinha com vários lápis e criei essa história na hora e as crianças amaram! Minha monitora na época, Victória, deu a ideia de passar essa história para o papel, pois também havia gostado bastante. Escrevi e depois fui aperfeiçoando, até chegar no trabalho final.”

Para Mariana, publicar o livro traz uma sensação de sonho realizado: “É maravilhoso poder contribuir na formação de algumas crianças, profissionais e mamães que podem utilizar meu livro para diversos fins. Foi mais um dos muitos sonhos que tenho, pois acredito na educação como a solução de um mundo melhor e mais justo. Esse livro foi feito com muito carinho e tenho certeza que pode ajudar a muitos com a mensagem que ele passa. Que sua vida seja cheia de cores, luz e valores que são essenciais a todo ser humano! Para quem quiser entrar em contato no meu Instagram é @Maridaibert. Abraços e boa leitura!”

O livro “De todas as Cores e Valores” está à venda em nossa loja online, fique de olho em nossas redes sociais e adquira o seu exemplar clicando aqui.