Capitão da Aeronáutica lança livro sobre a Força Aérea Brasileira

O autor Antonio Valentim, capitão da Aeronáutica com 30 anos de experiência militar, lança o livro “O País dos Militares e dos Bacharéis”, no qual aborda as ações políticas da FAB, Força Aérea Brasileira, na década de 50. Inserindo na obra toda a sua vivência como militar, o autor reflete também sobre as questões históricas e sociológicas no ramo, como o racismo, a divisão de classes e as hierarquias, pontos muito presentes entre os militares.

Em entrevista ao Blog Autografia, Antonio conta mais sobre sua trajetória pessoal e profissional: “De família pobre, em 1977 tive a rara oportunidade de ingressar na Força Aérea Brasileira, Escola de Especialistas. Foi com base nessa experiência que resolvi escrever. Sendo autodidata, somente agora, já na terceira idade, tive contato com o meio acadêmico – faço atualmente o Curso de Letras pela Universidade Paranaense, a concluir neste ano. Passei por três casamentos, dois divórcios, resultando a numerosa prole de sete filhos (seis filhas, um filho). Sendo escrevente de quartel, a ideia de escrever era um sonho antigo, porém, devido às tribulações da vida, somente agora reuni as condições para tal”.

A inspiração para o autor produzir a obra surgiu através da Aeronáutica, mas também de uma história contada por seu pai, Manuel Valentim Moreira: “Ele contou-me sobre o brigadeiro Velloso, oficial-aviador que se envolveu em política partidária e acabou falecendo em decorrência de um ferimento recebido. Isto chamou-me a atenção para os aspectos políticos nos quais os militares costumavam se envolver amiúde, mormente numa determinada época de nossa história. Com isso, aprofundei-me nas pesquisas, resultando desse trabalho este livro. Também me inspirei num ex-colega de farda, o amigo José Augusto Moita, que escreveu o livro ‘Canudos ou Belo Monte: um outro olhar’. A produção da minha obra começou com o ‘BLOGUE do Valentim’. As ideias foram fluindo naturalmente à medida que eu mergulhava nas fontes (foram mais de sessenta obras consultadas). Ao final, pedi ao professor Cássio de Andrade, meu conterrâneo, que prefaciasse o livro”, relata ele.

Para Antonio, publicar o livro é realizar um sonho de décadas, o que traz uma sensação indescritível a um autor iniciante como ele: “As expectativas daqui pra frente são naturalmente em relação à receptividade que terá a obra dentre o público leitor brasileiro. Sabemos pela experiência que não é fácil a vida de escritor num país onde a maioria da população padece de toda a sorte de dificuldades, em que é minguada a parcela de leitores. Mesmo assim buscaremos o êxito nessa empreitada tão singular. Deixo um recado: ainda que estejamos em pleno século da tecnologia digital, procurem valorizar o livro impresso – ou mesmo na forma de e-book – e os nossos autores, principalmente os brasileiros. E não deixem de acreditar nos seus sonhos, que um dia concretizar-se-ão”. O livro “O País dos Militares e dos Bacharéis” está à venda em nossa loja online, adquira o seu exemplar clicando aqui!

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
Postagens relacionadas
Marcio Farias lança obra sobre a importância de protagonizar a própria história
Livro sobre manifestações de 2013 joga luz sobre História recente do país
Lançamentos da Semana
Publicitário lança livro de crônicas sobre o que é melhor que sexo
Confira o novo programa da Rádio Autografia, com Jaylla Duarte e “O Meu Mapa Astral”