Depositphotos_85881532_m-2015.jpg.jpeg

3 dicas para escrever um livro de romance

Sabemos que alguns romances notáveis foram, surpreendentemente, escritos em poucos dias. Porém, o que aprendemos com a maioria dos grandes escritores não é confiar na inspiração de uma semana produtiva, mas sim investir numa rotina de trabalho cotidiano.

Virginia Woolf, George Orwell, James Joyce, Charles Dickens, Ernest Hemingway. O que esses autores têm em comum? Além de serem grandes romancistas, todos eles reafirmaram a importância de criar rituais diários para escrever, elegendo os melhores horários e ambientes para se dedicar exclusiva e diariamente a sua escrita — com ou sem inspiração.

Ao contrário de outras técnicas, os livros de romance têm uma estrutura particular, que exige um planejamento narrativo denso. Criar uma história mais extensa, dedicada à descrição e ao desenvolvimento de traços psicológicos dos personagens, são alguns dos principais elementos de muitos romances.

É certo que cada escritor desenvolve seu próprio método de escrita, porém algumas dicas podem ser valiosas para todos os escritores ou aspirantes que desejam saber como escrever um livro de romance. Confira algumas dicas no post de hoje.

1. Defina um subgênero

Antes de se lançar à escrita de um romance, alguns passos preliminares devem ser cumpridos. Um deles é definir o subgênero que seu livro pretende integrar e pesquisar ao máximo sobre ele. Fantasia, romance histórico, policial, psicológico, aventura. Cada subgênero de romance possui um corpo de obras clássicas e contemporâneas — e você só tem a ganhar em conhecê-las. Além de serem fontes de inspiração, as obras do seu segmento te ajudam a identificar quais estratégias narrativas mais te agradam. Seja um leitor atento, perceba como se dá a construção de personagens, cenários e técnicas de narração.

2. Escreva sobre o que você conhece

“Write what you know”. A frase integra boa parte das listas de conselhos para escritores e se tornou uma regra cardeal da escrita. Porém, o que muitos vêm ressaltando é que “o que você conhece” não se limita a seu estilo de vida ou aos locais que você visitou. O que você conhece inclui, principalmente, suas experiências mais internas e afetivas, que podem ser correlacionadas àqueles seus personagens preferidos e outras pessoas. Além disso, o que você conhece pode — e deve — ser expandido. Em suma, escreva sobre o que você conhece, porém, conheça coisas novas: para um escritor, tudo pode ser material de escrita.

3. Crie um roteiro

O romance é uma narrativa mais extensa, que precisa se sustentar. Elaborar um roteiro e fazer um bom planejamento é fundamental para manter a coerência e o interesse de sua história. A seguir aprenda alguns pontos principais do roteiro:

Fio condutor

Primeiramente, defina o fio condutor da narrativa: qual é a sua história que vale a pena ser contada? Essa história, geralmente, tem uma estrutura de situação-clímax-solução, que pode ser explorada ou modificada de acordo com sua técnica.

Personagens

Definido o fio condutor, estabeleça os principais personagens e crie suas próprias histórias. Essas histórias fazem parte do processo de construção do personagem, e não vão necessariamente ser incorporadas ao texto final tal como estão. Elas servem para pautar as ações e emoções do personagem ao longo do romance. De onde veio, qual é sua personalidade, quais são seus anseios, qual é seu papel na narrativa? Essas questões poderão te ajudar a criar personagens críveis e complexos.

Cenário

O cenário de um romance histórico certamente não será o mesmo de uma ficção científica, e exige um tipo diferente de pesquisa. Defina o cenário de sua história, imaginando os principais espaços e ambientes pelos quais seus personagens transitarão. A criação de um cenário demanda um bom conhecimento de seu tema, gênero narrativo e trabalho imaginativo. Criar e descrever detalhes desse cenário, deixando-o o mais coerente possível, torna sua narrativa mais rica e facilitará o desenvolvimento do roteiro.

Escrever livros de romance não é tarefa fácil, porém, colocar no papel e compartilhar o seu próprio universo imaginário é extremamente gratificante. Com método, dedicação e criatividade, seu romance pode ser um grande sucesso. Tenha sempre um caderno à mão para anotar novas ideias e situações inspiradoras, e valorize seus erros — que, como diz Neil Gaiman, podem ser fantásticos!

Gostou do post de hoje? Deixe um comentário e conte-nos sobre seu processo de escrita.

 

Postagens relacionadas
voce-sabe-como-escrever-uma-novela.jpeg
Você sabe como escrever uma novela?
Saiba_como_e_por_que_começar_a_escrever_um_livro.jpg.jpeg
Saiba como e por que começar a escrever um livro
51623-x-dicas-de-portugues-para-escritores-iniciantes
4 dicas de português para escritores iniciantes
61736-conheca-o-estilo-de-literatura-barroca-e-seus-principais-autores
Conheça o estilo de literatura barroca e seus principais autores
Depositphotos_91550514_m-2015.jpg.jpeg
Estrutura do livro: entenda o que vem antes do texto