Adriana Pires lança poesias voltadas a pessoas que tem pressa

A autora Adriana Pires é médica especializada em oncologia, professora doutora, esposa e acima de tudo mãe de duas filhas e lança a obra “Poesia para mães cansadas”. No livro, Adriana traz relatos profundos sobre um livro de poesias voltado a pessoas que tem pressa, além de outros momentos dificultosos da vida. Na obra, a autora reforça que há pessoas que não tem tempo, que sempre estão cansadas e que podem não perceber que mesmo nesse cansaço, há muita poesia a viver e ser.

Em entrevista ao Blog Autografia, Adriana conta mais sobre sua trajetória e sobre o tema do livro: “Sou esposa e mãe de duas meninas, Júlia e Isadora. Ser mãe é uma doce tarefa cheia de desafios, muitas vezes nada glamourosos. Sou também mãe da minha própria mãe que hoje é como um bebê que exige muitos cuidados.”

“Ter uma mãe com Alzheimer também me trouxe um aprendizado além de todos os livros que já li. Quando criança e adolescente eu amava escrever poesias, desde muitas primeiras escritas eu já tinha interesse em rimas e versos. Após entrar na faculdade de medicina, e durante minha trajetória médica que já tem 20 anos de formação, passei a me dedicar aos estudos e a meus pacientes.”

“Fiz oncologia, segui com doutorado, leciono em uma faculdade de medicina e passei a me dedicar também a ensinar e praticar a empatia e a compaixão. Durante a pandemia, tive que me reinventar como a maioria das pessoas e de repente fui despertada por um presente de um aluno com uma poesia.”

“Retornei à minha infância e em 2021 passei a escrever poesias, motivadas pela maternidade, meus desafios como médica, professora, minhas experiências doces e amargas de viver”.

“Trata-se de um livro de poesias voltado a pessoas que tem pressa. Pessoas que não tem tempo, que sempre estão cansadas e que podem não perceber que mesmo nesse cansaço, há muita poesia a viver e ser. São três partes divididas em parte um – toda mãe sente algum cansaço, parte dois – Olhe para dentro e parte três – liberte-se.”

“A primeira parte é sobre a correria da vida e as pequenas alegrias que muitas vezes passam sem ser percebidas. A segunda é sobre nos enxergar como seres maravilhosamente imperfeitos. E por fim, a libertação de tudo que pode podar a vida de uma mãe”, completa a autora.

A inspiração para Adriana escrever o livro veio de muitas mães cansadas como ela, muito pautada na sua vontade de deixar uma mensagem de fé e esperança aos leitores: “Caminhando pelo lindo campus da Universidade de Fortaleza, cercada de muita natureza e lindas obras de arte, eu estava exausta e apressada como sempre.”

“De repente parei para tomar fôlego e percebi como a poesia estava presente nesse emaranhado de sentimentos que juntavam meu cansaço, a natureza, as estátuas me observando e a quantidade de coisas que eu ainda tinha de fazer nas próximas quatro a cinco horas desse mesmo dia.”

“Pensei nas muitas mães cansadas como eu e então vieram os primeiros versos, que tive que gravar andando, em um áudio para mim mesma. Sentei no carro e escrevi poesias para mães cansadas no grupo de WhatsApp que tenho comigo mesma. Então, eu Adriana cansada e eu Adriana poeta, batemos um papo sobre juntar-nos nessa empreitada”, relata a autora.

A autora ainda conta um pouco mais sobre o processo de produção do livro: “Os temas vieram surgindo pouco a pouco, diante de todas as coisas que eu passei. Há frases inocentes da minha caçula, a mente criativa e sensível da Júlia, as alegrias de cuidar e ser amada pela minha família, as frustrações e confusões que uma mãe passa desde que acorda até o momento de colocar as crianças para dormir. Cada poesia foi nascendo e sendo escrita, muitas delas no meu grupo: eu e eu mesma, do celular.”

Para Adriana, publicar o livro traz imensa alegria e a satisfação de meta alcançada com muita fé e persistência: “Tenho uma grande felicidade e realização com essa obra. Desejo que seja lido por todas as mães cansadas como eu e que elas e eles (pais também) alegrem-se e orgulhem-se de quem são.” 

“Ser cansado não é defeito e nem incapacidade. Sei o quanto gera frustração muitas vezes não atender tantas expectativas internas e externas, contudo a poesia nasce do amor cansado e até derrotado, mas que levanta no dia seguinte e faz a vida acontecer. Viva o cansaço de viver! Seja a poesia que só o cansaço pode trazer”, finaliza.

O livro “Poesia para mães cansadas” está à venda em nossa loja online, fique de olho em nossas redes sociais e adquira o seu exemplar clicando aqui!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.